Porque o Brasil precisa aprender inglês, ou bilinguismo urgente!


Não tem jeito. Querendo ou não, gostando ou não, você precisa aprender inglês. E não só você, mas também seus amigos, sua família, seus colegas de trabalho… Por fica cada dia mais difícil ter oportunidades profissionais, acadêmicas e culturais sem dominar esta língua. 

E é uma pena que durante os sete anos que a maior parte de nós passou nas escolas de ensino fundamental e médio, não tenhamos ido muito além do verbo “to be”. Foram sete anos – sete anos! – para não dar conta nem mesmo de ler uma notícia, preencher um formulário ou dar explicação para alguém na rua. Desperdício de potencial, não é?

Não vou nem falar das olimpíadas e da copa do mundo, nem pensar como o turismo – setor econômico em expansão, que pode gerar muitos empregos – vai se virar sem pessoas preparadas para receber os visitantes estrangeiros. Porque acredito que o fluxo internacional para o Brasil vai muito além desses eventos esportivos: são oportunidades sendo criadas e muitas vezes perdidas, pela falta de domínio da língua.

Pensemos que o Brasil hoje é a 6a maior economia do mundo e tem atraído investimentos internacionais, principalmente em um cenário de crises econômicas. Quem preencherá os cargos criados pela chegada desses investimentos? Serão brasileiros, bem formados e com fluência em inglês, ou importaremos mão de obra de outros países? Como poderemos aproveitar este potencial para que se transforme em benefícios para a população e a mudança que esperamos neste país? Não há como fazer isso sem inglês porque:

  • Inglês é a língua dos negócios. Quem viaja para outros países não tem como saber falar as línguas locais, mas o inglês se tornou a língua-franca de comunicação. Por isso, hoje há mais estudantes de inglês na China do que nos EUA, UK e Austrália somados. 
  • Inglês é cobrado no vestibular da maior parte das universidades brasileiras. Sem um conhecimento mínimo da língua, dificilmente se terá acesso ao ensino superior.
  • Inglês é ainda mais cobrado na pós-graduação. Os processos de seleção de mestrado e doutorado exigem inglês e, geralmente, uma terceira língua (como alemão ou francês)
  • A indústria cultural – principalmente cinema e música pop – usa inglês como principal língua, ou inglês em combinação com outras línguas nacionais. Para usufruir – e compreender – os produtos culturais, é preciso dominar inglês.

O primeiro ministro da Inglaterra, David Cameron, e a presidenta Dilma assinaram ontem seis acordos de cooperação que envolvem tecnologia, educação e esportes. Gente, isso é coisa grande! Enorme! 161 milhões de libras em dois dias! Setores como óleo e gás, defesa (leia-se indústria armamentista), mineração e finanças terão grandes impactos. (veja aqui). Só o plano de investimento da Petrobrás no pré-sal nos próximos 5 anos é de 236 bilhões de libras! Em um mundo em crise de energia, e as reservas de petróleo em mãos de países do oriente médio, esta riqueza pode colocar o Brasil entre as nações mais desenvolvidas do mundo. O presente do país do futuro pode ter chegado. 

Um dos pontos mais interessantes dos acordos assinados é a concessão de 10 mil bolsas para brasileiros estudarem no Reino Unido (veja aqui). Será que os alunos das universidades brasileiras têm o nível de proficiência necessário para poder cursar universidades no exterior? Não é fácil aprender novos conteúdos em segunda língua, mesmo para quem tem fluência nela. Será que nossos alunos conseguirão dar conta deste desafio?

Já estamos atrasados: a qualidade de nossa educação está muito longe da de outros países, e se educação não há desenvolvimento. O ensino de língua estrangeira/segunda língua no Brasil está crescendo, mas a passos lentos. Não temos profissionais suficientes para ensinar, e os salários estão longe de ser atraentes. Como vamos superar estes desafios e assumir o lugar que podemos no cenário mundial?

2 comentários

O que você acha? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s