Sobre bloqueio em aprender línguas


Muitos adultos se frustraram em suas tentativas de aprender outra língua e até passaram a acreditar que “não levam jeito para aprender línguas”. Há pessoas que perderam excelentes oportunidades no trabalho ou na vida acadêmica por não serem fluentes em outra língua, e por isso pensam que ser bilíngue é algo muito difícil, quase impossível, o que não é verdade.

Muitas razões podem ter levado alguém a se sentir incapaz de aprender outra língua. Alguns exemplos são:

  • Experiências negativas na escola, causadas por um método equivocado de ensino, por um professor despreparado ou por falta de engajamento do próprio aluno;
  • Medo de errar e de se expor, principalmente quando adolescente ou adulto. Esse medo é ainda mais forte em pessoas com baixa auto-estima ou para aqueles que estão habituados a liderar e se destacar em outras áreas, mas não tem uma inclinação natural por outras línguas;
  • Influências negativas de outras pessoas que, ao não obter sucesso em seu aprendizado, transmitiram uma visão negativa sobre as línguas;
  • Falta de disponibilidade de tempo, de dinheiro ou de desejo, que faz com que a tarefa de aprender outras línguas seja vista como um fardo, uma obrigação, ou algo inatingível.

Mas é possível desconstruir essa visão de línguas como difíceis ou inacessíveis. Você precisa saber que a grande maioria dos habitantes desse planeta é bilíngue ou multilíngue, e que em muitos países é normal e comum as crianças, desde bem pequenas, já terem contato com duas ou mais línguas, tanto na escola quanto em outros espaços.

Também é importante você saber que nós, seres humanos, nascemos preparados para aprender qualquer língua, e que esse aprendizado depende mais da oportunidade do que do talento individual. Acredite: se você foi capaz de aprender sua língua materna é igualmente capaz de aprender uma outra língua!

Então, se você se identificou até aqui e sente que, sem querer, criou algum bloqueio contra uma língua que está te impedindo de aprendê-la, siga as dicas abaixo. Elas têm o objetivo de te ajudar a construir uma visão positiva e leve da língua alvo, para que você aos poucos vá “se desarmando” e criando familiaridade com esta língua, o que vai te ajudar a aprendê-la:

  1. Você gosta de música? Que tal ouvir músicas naquela língua? No começo você pode ouvir apenas como entretenimento, para se acostumar com os sons da língua. Depois pode procurar acompanhar a letra escrita enquanto ouve a música, passando a memorizá-la e cantar junto. Isso vai ajudar a desenvolver sua compreensão auditiva (listening) e sua pronúncia (speaking). Conforme seu interesse aumenta, pode querer entender o significado da música como um todo, procurando traduções ou tentando traduzir você mesmo. Após essas etapas está pronto para investir na ampliação do vocabulário, escolhendo palavras e expressões que deseja memorizar e passar a usar na sua vida.
  2. Se você curte filmes, que tal sessões do seu filme favorito na segunda língua? No começo você pôe a legenda em português, depois passa para a legenda na língua original e… o maior desafio: assistir sem legenda. Sim, você já percebeu que isso vai desenvolver sua compreensão e ampliar seu vocabulário também. Nada melhor do que aprender com algo que você gosta!
  3.  Pronto para a próxima dica? A leitura dos livros na língua-alvo é um ótimo desafio! Você pode começar com versões adaptadas de clássicos, que existem até em quadrinhos, e conforme ganha mais vocabulário, avançar para obras originais. Se você lê em livro impresso pode colocar post-its com explicações de palavras ou expressões novas, e se lê num tablet pode clicar sobre a palavra e abri-la no Google, onde terá traduçôes e exemplos para ajudar sua compreensçao. Não desanime com o tempo que vai levar para ler o livro: pense no orgulho de ler uma obra original! Para comprar livros em outras línguas sugiro a Disal e a SBS, que vendem também pela internet.
  4. A internet tem muitos recursos gratuitos para você se aperfeiçoar. A dica agora são os canais do Youtube para aprender línguas. Você vai encontrar de tudo, e até praticar sua pronúncia com atividades de repetição de expressões orais.
  5. E o prêmio de todo esse esforço: uma viagem para passar um tempo em algum lugar onde as pessoas falem a língua alvo. Nada como uma experiência de imersão na língua e na cultura de um povo! Se a verba estiver curta e a viagem tiver que esperar, há muitos voluntários disponíveis para falar com você por Skype! Você aprende línguas e ganha amigos no mundo todo! Expeimente o E-pals, por exemplo: https://www.epals.com/#/connections

Com certeza seguindo essas dicas você vai aprender outras línguas de um jeito muito prazeroso, leve e interessante! Boa sorte!Anúncios