Sobre


O Blog Educação Bilíngue no Brasil – EBB apresenta reflexões, informações e conhecimentos mais recentes sobre bilinguismo, educação bilíngue, e ensino de línguas no Brasil. Reconhece e valoriza a diversidade cultural e linguística de nosso país e cria uma rede colaborativa de pais, professores e pesquisadores destas áreas. Este é um blog de divulgação científica e, para manter-se independente, não pertence a nenhuma escola ou empresa.

Os textos aqui presentes pertencem a seus autores e podem ser citados parcialmente mediante crédito ao autor e link ao blog.

Objetivos do EBB:

Dar acesso à informação e construir redes colaborativas entre professores, pesquisadores e pais interessados em bilinguismo e educação bilíngue.
Estabelecer pontes entre os conhecimentos científicos mais recentes e as práticas docentes nas escolas bilíngues.
Divulgar eventos como cursos, congressos, seminários e encontros.
Ser um repositório de informações confiáveis sobre a educação bilíngue.
Divulgar boas práticas na área de educação bilíngue, facilitando a busca de profissionais e pais por escolas e programas de qualidade bilíngue no país.

Código de Ética:

Este blog procura ser imparcial e apresentar vários pontos de vista. Valoriza o diálogo e a interação.
Sempre cita as fontes, e mostra os links de postagens de outros blogs e sites.

Permitida a reprodução parcial do conteúdo desde que citado o autor e mediante link para o blog.

História do EBB:

O blog Educação Bilíngue no Brasil começou em Março de 2008 . No início pretendia divulgar informações sobre educação bilíngue de forma mais acessível e organizada do que nos arquivos do Grupo Virtual sobre Educação Bilíngue que existe desde julho de 2005.

Com a familiarização do uso de blogs como ferramenta de comunicação e educação e o crescimento do blog, tanto em termos de conteúdo quanto de acessos, começamos a pensar em reorganizar o blog original de forma a tornar seu conteúdo mais fácil de se navegar.

Assim, surgiu esta nova versão do Educação Bilíngue no Brasil, com novo visual e nova estrutura. Agora ficou mais fácil localizar as informações por temas e disponibilizar mais conteúdo on-line.

Bem vindo!

Selma Moura

30 comentários

  1. Boa Noite Selma

    Tenho uma filha pequena,que estuda no Colégio Seb/Bilingue em Brasília. Estou mudando para São Paulo e vou morar em Higienópolis.gostaria de algumas indicações de colégios bilíngues (tempo integral) próximos da região.

    Desde já agradeço a atenção

    André

    Curtido por 1 pessoa

  2. Boa noite Selma,

    Gostaria que você, se pudesse, me informasse sobre a entrada da educação bilingue no Brasil, primeira escola e outros dados pois não encontro em lugar nenhum.

    Att.,

    Kathleen Melo.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Preciso de uma orientação de vocês, por favor!!! Há alguma legislação sobre implantação do ensino bilíngue? Há possibilidade do colégio oferecer aulas extra curriculares de inglês aos alunos, com o intuito de conversação? Há possibilidade de parceria com outra instituição que oferecesse o trabalho de inglês, nesse caso podemos usar o nome da instituição parceira neste projeto?

    Curtir

  4. Olá Bianca,
    Certamente sua experiência internacional e os cursos que fizer na Austrália serão valorizados nas escolas bilíngues no Brasil, mas se guiser seguir carreira docente será necessário cursar Pedagogia para trabalhar em Educação Infantil e Ensino Fundamental I (até o 6o ano), ou Licenciatura para as séries do Fundamental II e Ensino Médio.
    Boa sorte, aproveite a Austrália,

    Selma

    Curtir

  5. Minha filha de 15 anos frequenta uma escola bilingue com média 6,0 para aprovaçao e onde só pode fazer o exame final de recuperaçao e 3 materias. . Ela tem média final 5,0 em matemática, 5,0 em geografia, 5.3 em física e 5.6 na disciplina de Biologia Tanto a biologia como a geografia são ensinadas em lingua inglesa, e as provas escritas tambem são respondidas em ingles. Pelo regimento da escola, minha filha repetiu de ano direto sem direito à recuperação, pois ficou para exame de recuperaçao em 4 matérias. ocorre que tanto biologia como geografia são estudadas e avaliadas apenas na lingua inglesa e nao no Portugues! Tive a informaçao que existe uma norma ou lei do Ministerio da Educaçao que diz que a escola nao pode reprovar o aluno em uma matéria obrigatória que foi cursada apenas em inglese não na lingua nacional, Portugues. Isso procede? Se sim, qual a lei e artigo que assim diz?
    Obrigada

    Curtir

  6. Selma, moro na Australia e estou pensando em tirar um certificado aqui para estar apta a trabalhar em crèches com criancas ate a idade escolar (zero a 6 anos). Gostaria de saber se com este certificado eu poderia trabalhar como assistente em escolas bilingues no Brasil. Resumido, vc acha que com o certificado australiano tambem conseguiria trabalhar em escolas no Brasil. Agradeco desde ja a sua ajuda.

    Curtir

  7. Olá Patrícia,
    Não tenho certeza se entendi sua necessidade. Você quer terceirizar o ensino bilíngue na escola ou contratar uma assessoria para a implantação de um novo programa?
    Por favor, ofereça mais detalhes.
    Abraço,
    Selma

    Curtir

  8. Olá Selma,
    Trabalho em uma escola que planeja implantar a educação bilíngue para o ano que vem. Somo do Rio, capital. Pensamos em terceirizar este serviço. Você poderia indicar algumas empresas?
    Desde já, agradecemos.

    Curtir

  9. Olá Selma , it´s me Sandra do Monteiro Lobato !!! Estou escrevendo pra agradecer imensamente por todos os esclarecimentos…Já estou mais tranquila, thanks rsrs…não gostaria de te perder na vida…virei sua fã…(fiquei feliz que gostou do meu projeto) e olha só o que eu achei pra vc…dá uma olhadinha…hope to see you soon…kisses

    De aorcdo com uma peqsiusa

    de uma uinrvesriddae ignlsea,

    não ipomtra em qaul odrem as

    Lteras de uma plravaa etãso,

    a úncia csioa iprotmatne é que

    a piremria e útmlia Lteras etejasm

    no lgaur crteo. O rseto pdoe ser

    uma bçguana ttaol, que vcoê

    anida pdoe ler sem pobrlmea.

    Itso é poqrue nós não lmeos

    cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa

    cmoo um tdoo.

    E outro :

    35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5.

    Curtir

  10. Olá Selma,
    Existe alguma diferença jurídica entre escola bilíngue e escola internacional? Ouvir falar que não é mais permitido abrir escolas internacionais no Brasil. Isso é verdade?
    Obrigada.

    Curtir

  11. Olá, Carolina,
    Para trabalhar na Educação Infantil e do 1o ano 5o ano do Ensino Fundamental você precisa ser formada em Pedagogia e ter fluência nas línguas usadas na escola.
    Boa sorte em sua carreira,
    Selma

    Curtir

  12. Olá Selma, gostaria de me informar sobre que curso/especialização eu tenho que ter para lecionar em uma escola bilíngue, agradeço desde já.

    Curtir

  13. Olá, Regiane,
    Sua pergunta está muito abrangente. Sugiro que você pesquise no blog nas etiquetas de Bilinguismo, Multiculturalismo e Educação Bilíngue. Há muito material para reflexão.
    Se tiver dúvidas mais específicas, pode perguntar, ok?
    Abraço,
    Selma

    Curtir

  14. Selma,
    Tenho interesse no curso de pos-graduação nesta área, mas moro em Salvador, existe o curso EAD?
    obrigada,

    Curtir

  15. Olá, Juliana,
    Desculpe, mas como você pediu muito em cima da hora, não deu para ajudá-la. Da próxima vez, se tiver mais antecedência, talvez eu possa ajudar. Boa sorte!
    Selma

    Curtir

  16. Olá Selma!
    Estou fazendo um trabalho para a universidade em que estudo, no qual preciso anexar um diálogo entre duas secretárias, onde estejam conversando sobre a importancia da lingua estrangeira em relaçao a vida profissional da mesmas. Porem ainda não consegui nada e preciso postar este trabalho ainda hoje.
    Sera que voce pode me ajudar enviando algo que eu possa usar?
    Aguardo sua resposta .
    Obrigado.

    Curtir

  17. ola, gostaria de pedir a sua ajuda para uma lista de escolas bilingues ou preschool em sao paulo, nos bairros do Itaim BIbi, Jd. Paulista, Jd. Europa e Jardins. Estou enlouquecida atras de escolas bilingues e achei poucas referencias. Obirgada. Gabriela

    Curtir

  18. Olá Selma, tudo bem?

    Sou um dos administradores do PlugEdu, a rede social dos educadores. Gostaria de convidá-la a conhecer a rede social para que possa enriquecer nosso conteúdo com seus conhecimentos em ensino bilíngue.

    O endereço da rede social é:www.plugedu.com

    atencisoamente,

    Curtir

  19. Oi Selma!!

    Agradeço muito pela rapidez de sua resposta. Infelizmente o que vc me respondeu me deixou muito triste. A escola q minha filha esta se autodenomina a primeira escola bilingue da minha cidade e o q eles ensinam para ela nada mais eh q uma aula de ingles todos os dias no horario curricular normal q eh pela manha e a tarde fazem as tarefas do q foi dado pela manha na aula de ingles(periodo integral). O q ela aprende eh o basico do basico ja q ela tem somente 8 anos. Coloquei ela nesta escola ja tem 3 anos e ela pouco aprendeu de ingles, e olha q eu tenho letras ingles como uma de minhas formaçoes superiores e nem assim vi desenvolvimento satisfatorio.
    O que eu poderia esta exigindo dessa escola para q meus direitos de mae e os de minha filha como aluna fossem cumpridos. Eh inconcebivel q nao exista uma legislaçao q possa regulamentar ou punir esse tipo de escola. Me sinto muito lesionada. Eu e outras maes precisamos de ajuda.
    Obrigada
    Fabiana

    Curtir

  20. Oi, Fabiana,
    As escolas particulares bilíngues são vistas pelos orgãos governamentais do Brasil como qualquer outra escola, e por isso estão sujeitas às mesmas obrigações: o cumprimento de 200 dias letivos, a contratação de professores com formação em educação (geralmente pedagogia), etc. Geralmente seguem os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, que são documentos gerados pelos órgãos governamentais com orientações curriculares. A especificidade da educação bilíngue geralmente se concentra no ensino dos conteúdos curriculares em segunda língua, ou seja, a criança pode aprender ciências, artes ou matemática em inglês, espanhol, alemão, etc, conforme o projeto pedagógico da escola.
    O que ocorre é que a educação bilíngue pode ser usada como ferramenta de marketing por escolas que a rigor não poderiam ser classificadas como bilíngues, pois têm apenas um acréscimo na carga horária dedicada ao inglês. Para você ter certeza sugiro que solicite à escola o currículo resumido da turma de seu filho, agende uma reunião com a coordenadora pedagógica para esclarecer dúvidas e, se possível, assista algumas aulas para julgar se o que está sendo ensinado é a segunda língua ou os conteúdos currículares através das línguas..
    Como a educação bilíngue desse tipo no Brasil é nova, e as mudanças educacionais em nosso país são lentas, é provável que o aumento da procura por educação bilíngue acabe gerando nos próximos anos debates e regulamentações nesta área. Por enquanto, como essa regulamentação não existe, você está certíssima de se preocupar e querer buscar maiores informações.
    Espero ter ajudado, mas se tiver outras dúvidas mais específicas por favor escreva.
    Abraço,
    Selma

    Curtir

  21. Olá Selma,

    Matriculei minha filha numa escola q se diz bilíngue e gostaria muito de saber em que lei posso me basear para exigir o cumprimento de ensino condizente com o que me é oferecido. Existe lei que rege como uma escola bilíngue deve agir? Carga horária, metodologia de ensino…..Estou achando que estou sendo lesionada.
    Espero q vc possa me ajudar
    Abraços
    FABIANA

    Curtir

  22. Olá, Iza
    Que bom que você gostou! Então vamos nos visitar com frequência, e saiba que suas contribuições sempre serão bem-vindas!
    Você tem razão, ao escrever pensamos melhor, nos organizamos mentalmente. A linguagem constrói o mundo, não é? E o melhor é a conexão com outras pessoas, que nos ajudam a pensar de outras formas. m ganha-ganha.
    Minhas filhotas são umas fofas. Vou colocar um ‘causos’ das bilinguinhas no blog, é legal pensar na prática como as teorias aparecem…
    Boa sorte na defesa do mestrado! Assim que o trabalho sair em pdf, divulgue! Vai ser ótimo colocar você na parte de Pesquisadoras, se você quiser. Assim o diálogo fica maior…
    Obrigad apelo link. Um grande abraço, boa semana!
    Selma

    Curtir

  23. Olá Selma,

    Obrigada pelos seus comentários, fiquei super feliz! Achei o seu blog genial!!! Acho que escrever pra outras pessoas sobre a nossa área de pesquisa sempre ajuda a organizar as ideias, né? Eu acho a area de linguas apaixonante e penso que as nossas pesquisas têm muitas coisas em comum, não? Achei super bacana vc ter filhas bilingues, deve ser uma experiência muito interessante. No momento dei uma diminuída nas publicações do blog por conta da defesa do mestrado, mas já estou cheia de ideias e quero voltar com pique total! Ah, já linkei vc no meu blog também!

    Um abração!
    Iza

    Curtir

O que você acha? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s