Colégio Bonja, em Joinville-SC, forma primeira turma de pós-graduação em Educação Bilíngue

Originalmente disponível em http://escola.ielusc.br/portal/PORTAL-NOT-4883

Vinte e cinco professores apresentaram seus Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) da Pós-graduação Lato Sensu em Educação Bilíngue no último sábado (9). O curso formou vinte professores do Colégio Bonja e cinco da Escola Barão do Rio Branco, que também faz parte da Rede Sinodal de Educação.


A atividade é uma parceria entre o Colégio Bonja e o Instituto Superior de Educação Ivoti, que há mais de 50 anos forma professores de línguas estrangeiras com qualidade. De acordo com a Coordenadora do Bonja Internacional, Angela Cristina Cardoso, os temas apresentados refletem sobre a prática dos docentes na educação bilíngue e nos idiomas das línguas inglesa e alemã. “Os professores puderam relacionar a teoria e a prática e refletir sobre como aprimorar seu trabalho. Foi uma experiência única e os projetos desenvolvidos durante o curso já estão beneficiando nossos alunos, que contam com professores mais capacitados e mais preparados para levá-los ao melhor desempenho”, destaca.


Os pós-graduados passaram por um curso robusto, com disciplinas relacionadas a neurociência, metodologias, teorias sobre bilinguismo, alfabetização e biletramento, tecnologia e material didático para educação bilíngue, avaliação entre outras temáticas importantes. Também tiveram aulas com professores referência em educação bilíngue de São Paulo e do Rio Grande do Sul, como Selma Moura, Antonieta Megale e Lyle French.

Confira as temáticas e os autores:


Ana Claudia Wolf Kratsch  A literatura contemporânea no ensino do inglês como língua estrangeira.


Andressa Marchi  Contos de fadas na educação infantil bilíngue: desenvolvendo a oralidade na segunda língua.


Cristiane Paola Rodrigues Soares  Crianças com TPA e a aprendizagem de L2 e L1.


Christianne Klinger  O desenvolvimento da oralidade na segunda língua: alunos de 2ª e 3ª série de alemão do Ensino Fundamental.


Elzbieta Straw A. Espindola  Neurociência, bilinguismo e o processo de aprendizagem na primeira infância.


Daniela Exner de Carmona Esteves  Identidade docente e pedagogia de projetos: desafios para o ensino bilíngue alemão.


Elisa de Andrade Teixeira  Práticas translíngues: ensino de línguas estrangeiras na educação infantil.


Jeferson Rodrigo Kern – Práticas translíngues no Ensino Bilíngue Alemão: um estudo de caso.


Katyara Wittich – Musicalização no Ensino Bilíngue Infantil: desafios e perspectivas na aprendizagem da Língua Estrangeira.


Julie Ann Melville  Como os participantes da disciplina TOK desenvolvem a sua reflexão pessoal em relação a problemas sociais e o papel de mediação do professor como interlocutor nesse processo.

 
Larissa de Oliveira –
 Inteligência emocional no contexto educacional: desenvolvendo competências socioemocionais para enfrentar os desafios do século XXI.


Manuel Warkentin – Representação social da Língua Alemã: concepção de pais de alunos de um currículo bilíngue em Joinville.


Marciele Reichert – Língua estrangeira e bilinguismo: desafios e variantes no processo de ensino.


Maryvone Cunha de Morais – Enigmas da gestão docente e do Ensino Bilíngue: desafios para um ensino significativo.


Mercy Ann Copeland Calmet – Biletramento: reflexão sobre as “pontes” entre as línguas.


Mónica Edith Bonetti de Laguna – A inteligência emocional e a aprendizagem da Língua Espanhola: elemento motivacional e cultural na aquisição da L2.


Nathan Michael Riley – How collaborative learning can promote critical thinking in bilingual education.


Raquel Lavratti Calsing – Native-speakerism: o mito do falante nativo.


Renata Cristina da Silva Hounsell – Mediação da interrelação entre metodologias ativas e TICs.


Sandra Regina Köhntopp – Campos de experiência e o currículo integrado bilíngue no maternal B.


Samantha Bernardo – A linguagem corporal na educação bilíngue.


Sara Maria da Silva Da Silveira – O desenvolvimento da oralidade pelo viés lúdico: uma reflexão no contexto.


Sorayde Daniela Henschel Darius – Jogos tecnológicos e o ensino de língua inglesa nas séries iniciais.


Suelen Teixeira De Menezes – Aprendizagem significativa: o impulso das metodologias ativas na Educação Bilíngue.


Tainara Martins – Gênero audiodescrição: o uso didático na educação infantil em língua inglesa.

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

On Key

Related Posts

Adeus 2020, bem vindo 2021!

Uau, que ano tivemos! Não conheço nenhum educador que não tenha sentido que viveu mais desafios no ano que terminou do que em muitos anos