10 razões para não criar seu filho bilíngue


O (excelente) site Multilingual Living traz textos muito interessantes sobre Educação Bilíngue no contexto americano. E hoje li um post cujo título – o mesmo que uso, traduzido, como título deste post – é de chamar a atenção.

Lendo os argumentos me lembrei de tantas crianças que entram na Educação Infantil em escolas bilíngues por modismo. Pais que, desinformados, após dois ou três anos as mudam de escola para fazer o Ensino Fundamental em uma escola brasileira, conteudista, porque acham que aí “a coisa ficou séria”, ou “é escola de verdade, a Educação Infantil era só pra brincar em inglês” (sim, já ouvi estes argumentos).

Os 10 motivos para não criar filhos de forma bilíngue passam por aí:

  1. Se o bilinguismo da criança é motivo de stress na família
  2. Se está sendo feito pelas razões erradas
  3. Se está interferindo com os relacionamentos familiares
  4. Se as expectativas são muito altas
  5. Se é feito para provar algo, um ponto de vista
  6. Por arrogância cultural
  7. Se é penoso e virou uma obrigação
  8. Para agradar outras pessoas
  9. Apenas pelos benefícios para o cérebro
  10. Porque é “in”, porque está na moda.

Vale a pena a leitura do post todo, que está disponível aqui.

Um comentário

  1. Selma, fiquei pensando: como, então, ‘vender’ aos pais uma escola de Educação Infantil bilíngue? O que dizer aos pais que pretendem que os filhos falem e entendam inglês e, eventualmente, até leiam e escrevam em inglês? Como essas escolas abordam os pais?
    um abraço,

    Lia.

    Curtir

O que você acha? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s