Boa notícia: Educação Superior Bilíngue em Libras, para a comunidade surda, em Santa Catarina

Funcionará este ano o primeiro campus bilíngue português-libras

Originalmente disponível em http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17737

O campus Palhoça-Bilíngue do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina será a primeira unidade bilíngue (libras-português) da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O término das obras está previsto para o segundo semestre de 2012. Quando estiver em pleno funcionamento, serão atendidos 1,2 mil alunos, presenciais e a distância.

Atualmente são atendidos cerca de 130 alunos, em sede provisória na Faculdade Municipal de Palhoça, em Santa Catarina. Esses estudantes, entre surdos e não surdos, fazem o curso técnico de materiais didáticos bilíngue libras-português, inédito no país. Alguns fazem cursos de qualificação.

O diretor-geral da unidade, Vilmar Silva, explica que o campus terá dois focos: “Ofertar ensino para o público surdo e capacitar as pessoas para trabalhar com o público surdo.”

A unidade provisória existe desde 2010, quando foi montada a estrutura administrativa, e a primeira turma começou a ter aulas em 2011. Com duração de um ano, o curso visa formar profissionais capacitados em produção de materiais didáticos destinados a pessoas usuárias da língua brasileira de sinais (libras).

“Estes recursos podem apoiar o processo de ensino-aprendizagem em vários níveis escolares, especialmente na educação infantil, onde a aquisição da língua de sinais é primordial”, afirma Vilmar Silva.

Outras unidades da rede federal promovem o atendimento a alunos surdos por meio de professores intérpretes, como é o caso da campus Jataí do Instituto Federal de Goiás, mas não havia uma unidade de ensino profissional e tecnológico totalmente bilíngue português-libras.

Fórum – Durante o 2° Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, o ensino profissional voltado para surdos será tema da mesa Movimentos sociais surdos e formação profissional e tecnológica bilíngue, cujo objetivo será analisar a formação profissional e tecnológica bilíngue libras-português em andamento no Brasil e no mundo. Participarão representantes de movimentos sociais dos surdos e das instituições de ensino.

Atualmente, é direito do aluno surdo ter acesso aos conteúdos curriculares por meio da utilização da língua brasileira de sinais ou por intermediação de professores intérpretes. Há dez anos, o Brasil reconheceu a libras como meio legal de comunicação e expressão. A data foi comemorada no último 24 de abril, quando foi sancionada a legislação que permitiu o reconhecimento.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Instituto Federal de Santa Catarina

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.

Most Popular

Social Media

On Key

Related Posts