III Simpósio Nacional Discurso, Identidade e Sociedade, na Unicamp, em SP

III Simpósio Nacional Discurso, Identidade e Sociedade será na Unicamp (Campinas-SP), de 14 a 16 de fevereiro de 2012.

Abaixo, algumas informações disponíveis no link do evento: http://www.iel.unicamp.br/sidis

O evento é uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da Unicamp (IEL/DLA) e do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês da USP (DLM/FFLCH). Pretende dar continuidade às discussões realizadas no II Simpósio, sediado no Rio de Janeiro e promovido pela PUCRJ e UFRJ em 2006. A temática geral deste III Simpósio é “Dilemas e Desafios na Contemporaneidade”.

Desde a primeira edição, a grande relevância do evento deve-se à sua natureza multi- e transdisciplinar. Nesse sentido, o objetivo principal do simpósio é reunir pesquisadores de diversas áreas do conhecimento nas Ciências Humanas e Sociais, a fim de partilharem leituras e reflexões acerca da problemática focalizada pelo simpósio: discurso, identidade e sociedade.

Na sociedade contemporânea multifacetada, as identidades se constroem como resultado de discursos que se contrapõem, que se impõem a todos enquanto verdades a partir das quais somos instados a agir. O evento tem por objetivo discutir questões que se apresentam para nós, pesquisadores, quando tomamos por objeto a problemática da identidade, focalizada a partir do discurso (compreendido como a palavra e outros meios semióticos) que estrutura o mundo social. Com base nesse tripé – identidade, discurso e sociedade – o simpósio pretende abordar dilemas e desafios na contemporaneidade em torno de temas que nos afetam – exclusão, violência, memória, sexualidade, processos de subjetivação, fronteiras reais ou imaginárias – nas várias áreas das ciências humanas, posto que a separação entre elas resulta de um projeto político e de modos de fazer ciência na atualidade, modos de recortar os diversos objetos de pesquisa e não da incompatibilidade entre elas.

Ao contrário, o objetivo do encontro é tecer os fios dessa relação, a partir do pressuposto de que os discursos que circulam em nossa sociedade na atualidade, aparentemente dispersos, constroem uma teia de sentidos na qual ocupamos lugares, construímos nossas identidades, fluidas, múltiplas, heterogêneas e contraditórias.”

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

On Key

Related Posts

Adeus 2020, bem vindo 2021!

Uau, que ano tivemos! Não conheço nenhum educador que não tenha sentido que viveu mais desafios no ano que terminou do que em muitos anos