Ana Maria Davi


DAVI, Ana Maria Fernandes. As concepções de ensino-aprendizagem do projeto político-pedagógico de uma escola de educação bilíngue. Dissertação de Mestrado, Laboratório de Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007

Esta pesquisa tem como objetivo identificar as concepções de ensino-aprendizagem do Projeto Político-Pedagógico, de uma escola de educação bilíngüe, situada na cidade de São Paulo. Considerei nessa investigação que o trabalho educacional é representado também em textos produzidos institucionalmente e por isso procurei reconhecer no Projeto Político-Pedagógico, elaborado pela escola, aspectos que caracterizam as ações pedagógicas, tais como: os objetivos e as finalidades da educação, a seleção dos conhecimentos escolares, o papel da língua materna para aprendizagem da segunda língua, o papel do professor, do aluno, os tipos de tarefas de ensino-aprendizagem e a avaliação. Para isso, utilizei os seguintes referenciais teórico-metodológicos: o conceito de Projeto Político-Pedagógico (Vasconcellos, 1995/2004, Boutinet, 1999/2002 e Padilha, 2006), as teorias de ensino-aprendizagem behaviorista (Skinner, 1974; Blomm, 1956/1973), cognitivista (Piaget, 1956/1973; 1967/2003; 1970/2002) e sócio -histórico – cultural (Vygotsky, 1984:2003; 1987/2000; 2001; 2004) e os significados da educação bilíngüe (Hutchison & Waters, 1987,1992; Hamers & Blanc, 1989; Baker, 2000, 2001; Lantolf, 2000). Optei pela pesquisa na Lingüística Aplicada pela possibilidade de desenvolver a reflexão crítica a partir da linguagem que constitui a prática pedagógica e de considerar o documento elaborado na escola como texto que veicula prescrições ao trabalho educacional (Amigues, 2004; Nourodine, 2002). Os dados foram coletados em uma escola de educação bilíngüe, da cidade de São Paulo, que desenvolve essa proposta na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, e a seleção dos dados restringiu-se ao segmento do Ensino Fundamental. Como metodologia de análise, baseei-me nos procedimentos propostos por Bronckart (1997/1999) e Bronckart & Machado (2004), com a finalidade de identificar, no texto analisado, as concepções de ensinoaprendizagem, a partir das características do plano dos contextos, do plano enunciativo e do plano da organização textual, especificamente em relação ao conteúdo temático e as escolhas lexicais. Os resultados das análises permitiram concluir que as concepções cognitivistas e sóciohistórico-culturais constituem o Projeto Político-Pedagógico da escola e podem conseqüentemente, caracterizar um cotidiano escolar marcado por essa diversidade.

Nenhum comentário ainda.

O que você acha? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 753 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: